Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Lendas do Caminho Santiago - Fuente Reniega.

Fuente Reniega - Subida de Alto del Perdón logo após Pamplona.

A Fonte Reniega.
Na subida do Alto del Perdón, após a cidade de Pamplona, dizem que um peregrino viveu uma aventura incomum.
Naquela penosa subida do altiplano navarro o peregrino buscava chegar ao alto do lugar, mas  estava morto de cansaço e de sede. Procurava uma fonte entre as pedras e moitas do lugar e percebeu que escutava o murmurar de uma corrente de água.
Enquanto buscava percebeu a presença de alguém que, pelo seu aspecto parecia também um peregrino, apesar de que o seu sorriso diabólico desmentisse aquela condição.
O verdadeiro peregrino se dirigiu a ele perguntando se sabia de alguma fonte nas cercanias. O falso peregrino assegurou a existência de uma água fresca e cristalina, mas o inconveniente era o preço a pagar.
O peregrino afirmativamente concordava em pagar o preço estipulado, mas não se tratava de dinheiro, e sim o destino e motivo da peregrinação.
Então o falso peregrino se revelou como o diabo em pessoa que em troca da água exigia o esquecimento de seguir em peregrinação a Santiago de Compostela, e se entregasse a ele de corpo e alma.
O peregrino firme em seus propósitos afirmou que preferia morrer de fome e sede a cair na tentação.
O diabo, então vendo que seus esforços seriam inúteis, pois o peregrino jamais renegaria sua fé, desaparece do seu caminho.
Conformado com sua sorte sentia que a morte chegava e perdeu a consciência. Então naquele estado angustiante sonhou com a chegada de um cavaleiro montado em um cavalo branco que desmontou, e tirando de sua algibeira uma concha, golpeou uma rocha de onde começou a sair uma água cristalina cujo som o despertou.
No entanto olhou ao redor e não viu ninguém, porém o sonho tinha se realizado e o milagroso benfeitor não poderia deixar de ser Santiago, que nada pede em troca de seus favores.
Desde então, a fonte seguiu jorrando para a alegria de todos os peregrinos que subiam ao Alto del Perdón.

E nos dias de hoje muitos asseguram que daquela fonte, batizada como Fonte Reniega, devem beber todos que por ali passam, pois tem a virtude de conservar os ânimos e tirar do peregrino de Santiago qualquer tentação de abandono do seu intento de chegar a Santiago de Compostela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.