Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Atividade VII - 2013 de Caminho Santiago Brasilia.

Caminho Santiago Brasília – Atividade VII / 2013
O “Grupo Peregrino da Paz” convida a todos peregrinos e seus amigos para um encontro conforme agenda abaixo:
Atividade: Caminhada e reunião.
Local da atividade:
Ponto de Encontro Peregrino nº 1 (Quiosque Bambu do Jardim Botânico)
Endereço: Jardim Botânico de Brasília (Lago Sul)
Data: 30 de junho de 2013 (domingo)
Horário de chegada ao JBB: 08.30 às 08.45 horas.
Local: Estacionamento interno de visitantes do JBB.
Participantes: Público em geral e entrada franca.
Memento da atividade:
1)Café matinal do peregrino.
2)Caminhada livre de seis quilômetros.
3)Definição dos Pontos de Encontros Peregrinos.
4)Agenda para Festa de Santiago – 25 de julho
5)Ações Sociais Mato Seco de Julho e dezembro.
6)Entrega de credenciais.
7)Relato de peregrinos que chegaram agora do Caminho de Santiago.
8)Palestra para os novos peregrinos.
Observação:
Se possível traga algo para o café matinal e partilha da reunião.

Confirme sua presença para adequação de meios.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Lendas do Caminho Santiago - Fuente Reniega.

Fuente Reniega - Subida de Alto del Perdón logo após Pamplona.

A Fonte Reniega.
Na subida do Alto del Perdón, após a cidade de Pamplona, dizem que um peregrino viveu uma aventura incomum.
Naquela penosa subida do altiplano navarro o peregrino buscava chegar ao alto do lugar, mas  estava morto de cansaço e de sede. Procurava uma fonte entre as pedras e moitas do lugar e percebeu que escutava o murmurar de uma corrente de água.
Enquanto buscava percebeu a presença de alguém que, pelo seu aspecto parecia também um peregrino, apesar de que o seu sorriso diabólico desmentisse aquela condição.
O verdadeiro peregrino se dirigiu a ele perguntando se sabia de alguma fonte nas cercanias. O falso peregrino assegurou a existência de uma água fresca e cristalina, mas o inconveniente era o preço a pagar.
O peregrino afirmativamente concordava em pagar o preço estipulado, mas não se tratava de dinheiro, e sim o destino e motivo da peregrinação.
Então o falso peregrino se revelou como o diabo em pessoa que em troca da água exigia o esquecimento de seguir em peregrinação a Santiago de Compostela, e se entregasse a ele de corpo e alma.
O peregrino firme em seus propósitos afirmou que preferia morrer de fome e sede a cair na tentação.
O diabo, então vendo que seus esforços seriam inúteis, pois o peregrino jamais renegaria sua fé, desaparece do seu caminho.
Conformado com sua sorte sentia que a morte chegava e perdeu a consciência. Então naquele estado angustiante sonhou com a chegada de um cavaleiro montado em um cavalo branco que desmontou, e tirando de sua algibeira uma concha, golpeou uma rocha de onde começou a sair uma água cristalina cujo som o despertou.
No entanto olhou ao redor e não viu ninguém, porém o sonho tinha se realizado e o milagroso benfeitor não poderia deixar de ser Santiago, que nada pede em troca de seus favores.
Desde então, a fonte seguiu jorrando para a alegria de todos os peregrinos que subiam ao Alto del Perdón.

E nos dias de hoje muitos asseguram que daquela fonte, batizada como Fonte Reniega, devem beber todos que por ali passam, pois tem a virtude de conservar os ânimos e tirar do peregrino de Santiago qualquer tentação de abandono do seu intento de chegar a Santiago de Compostela.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Caminho Aragonês 1 - Astún a Canfranc Pueblo.

O Caminho de Santiago Aragonês pode ser iniciado um pouco acima de Puerto Somport na região da Estación de esqui de Astún.
Ao invés de  descer do ônibus de Jaca em Puerto Somport prosseguir até a última parada na Estación de esqui de Astún.
Acima de Astún uma trilha de montanha permite chegar ao sendero da GR10.1 que levará Lourdes e outras trilhas francesas. São trilhas de montanha de certa dificuldade abertas no verão.
Por estrada Astún liga-se a Puerto Somport de onde inicia o Caminho Aragonês tradicional na fronteira da França e Espanha.
De Puerto Somport  o peregrino começa a descer por trilhas de campo na direção da localidade de Candanchú passando pelas ruínas do Hospital de peregrinos Santa Cristina.
São caminhos bem sinalizados e com vistas deslumbrantes dos Pirineus aragoneses.
O caminho prossegue sempre com tendência de descida na direção de Canfranc Estación. Algumas trilhas são pedregosas e estreitas. Possuem sinalizações diversas de outras trilhas de montanha. A sinalização do caminho de Santiago são as setas amarelas e do Sendero GR 65.3 com traços vermelhos e brancos.
Existem duas rotas do Caminho de Santiago para chegar a Canfranc Estación. Uma mais próxima da estrada e outra de montanha seguindo o rio Aragón.
A sinalização atual induz ao peregrino seguir a da estrada, mas a de montanha é mais bonita.