Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Medos e incertezas de novos Caminhos!

Trilha de Astún a Candanchú - Caminho Aragonês

Quando o Caminho de Santiago é descoberto parece um dia novo de Sol, e de uma noite esplendorosa de céu estrelado com Lua cheia.

Os preparativos para o intento é cheio de esperanças, e as dificuldades são minimizadas apesar dos conselheiros e amigos atentos para algo inusitado.

Finalmente a decisão foi tomada e o bilhete de viagem chega às mãos do futuro peregrino.

É a fase dos medos, incertezas que não existe solução. Todos passarão pela prova inicial.

Ao chegar ao ponto de início do Caminho uma surpresa aguarda o peregrino.

É um dia novo!

Mesmo que seja sem Sol ou Lua, um novo caminho pessoal que todos sentem um estranho sentimento de leveza e paz.

Nada será igual como antes.

“De tudo ficam três coisas: a certeza de que estamos sempre começando, a certeza de que precisamos continuar, a certeza de que seremos interrompidos antes de terminar. Portanto, devemos: fazer da interrupção um caminho novo, da queda, um passo de dança, do medo, uma escada... do sonho, uma ponte, da procura, um encontro.”

Fernando Pessoa


terça-feira, 24 de janeiro de 2012

País Basco - Dois caminhos a Santiago.

Calzada romana do Tunel de San Adrian

País Basco – Dois caminhos a Santiago.

Existem dois caminhos a Santiago de Compostela no Pais Basco. O mais conhecido e trilhado pela maioria é o Caminho da Costa, e que faz parte do conjunto de caminhos ao Norte na direção da Cantábria, Astúrias e Galícia. Partindo de Irún vai a Ontón na fronteira da Cantábria.

O menos conhecido chamado de Caminho do Interior atravessa Gipuzkoa e Álava-Araba e faz junção com o caminho Francês entrando pela Comunidade de La Rioja e chegando a Santo Domingo de La Calzada.

É um caminho de sabor especial e de aventura longe do movimento das tradicionais trilhas do Caminho de Santiago. Um ponto marcante de referência é o Túnel de San Adrián nos limites de Álava e Gipuzkoa.

É um caminho de paciência e tempo para percorrer o seu percurso aproximado de 200 quilômetros. As dificuldades são a topografia variada do terreno e longas distâncias a percorrer por disponibilidade reduzida de albergues e hospedagens.

Em breve novas notícias do Caminho do Interior do Pais Basco.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Atividades Brasília 2012 - Caminhadas Parque da Cidade.

Bom dia a todos!

Devido que a caminhada do Parque da Cidade não possui um local definido de início e de ponto de chegada para muitos peregrinos.

Decidiremos em nossa 1ª reunião mensal um calendário de caminhadas no Parque da Cidade, que em princípio seria no dia seguinte de cada reunião.

Por exemplo: Reunião dia 03 de março, e caminhada no dia 4. Horários e locais de saída definidos na reunião.

Hoje realizei uma caminhada por lá e sempre encontraremos peregrinos.

Estavam por lá no horário que passei no dia hoje a Elvira e Marcão.

Algumas fotos estão no álbum de Caminhadas Parque da Cidade.

https://picasaweb.google.com/104280807504229219493/CaminhadasParqueDaCidade

A próxima caminhada de Grupo se o tempo melhorar será a Trilha da Barra do Paranoá.

https://picasaweb.google.com/104280807504229219493/TrilhaBarraDoParanoa15082010#

Bons caminhos.

Manoel Brasília.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Lendas do Caminho de Santiago – O Bispo Bruxo.

O arcebispo Don Pedro Muniz, que exerceu seu cargo entre 1205 e 1224 teve a fama de polemista ativo, capaz de discutir com o esplendor da alma.

Na época ganhou o título de necromante, porque era devoto das artes mágicas tanto como de Santiago.

Disseram que ele andava buscando a pedra filosofal entre os muros e símbolos que povoam a catedral e sabe-se que, encontrando-se em Roma para encontros com o Papa Inocêncio III, de quem era muito amigo, sentiu saudades de sua Compostela quando chegou à época do Natal. E pelo teto da basílica aterrissou em sua cadeira quando todos os aldeões e cônegos já estavam a cantar os madrigais. Todo clero ficou incapaz de reagir diante do prodigioso ato de seu arcebispo.

Por sua fama de bruxo o Papa Honório II o obrigou a reclusão no Convento de São Lourenço.

Porém não impediu que os cônegos reservassem a ele aquele posto de honra na hora de sua morte, de maneira que sua tumba de bronze fosse a primeira que o peregrino percebesse quando entrasse na catedral pelo pórtico da glória.

E sua magia foi bastante piedosa para conciliar a devoção com os saberes que a igreja considerava condenáveis e, com toda segurança, aquele voo nostálgico que empreendeu a Compostela, cruzando o mar e percorrendo o Caminho em uma noite para chegar a tempo de cumprir com seus rituais natalinos, e ganhou o respeito e a simpatia da mesma igreja que condenava suas práticas.

Portanto ao entrar na catedral de Santiago, em frente à imagem de pedra que representa Mateus preste atenção a uma lápide de bronze dourada que assinala a sepultura do arcebispo Dom Pedro Muniz, o Bispo Bruxo.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Despedida Pe Carlos James.

Despedida aconchegante dos amigos ao Padre peregrino Carlos James.
Uma alegria no convívio de seus amigos do CCB
O Grupo Peregrinos da Paz - Caminho Santiago presente na despedida do amigo.
Afinal uma partilha maravilhosa com torta de Santiago e muito vinho!
Todos estavam representados, e só faltou a Luiza que continua no Canadá!


domingo, 15 de janeiro de 2012

I Caminhada Jardim Botânico 2012.


Seguem fotos de nossa caminhada no Jardim Botânico de Brasília realizada no dia de hoje.
Tivemos tempo de chuva e sol para uma boa caminhada peregrina.
Ao final a nossa partilha sempre muito farta e de agrado de todos.
Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.
Agradecemos a presença de todos, e em especial aos peregrinos novos de 2012.
E também aos peregrinos anfitriões Vania e Antonio Carlos Soares.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Lendas do Caminho Santiago - Fuente Reniega.

Fuente Reniega - Alto del Perdón.

A Fonte Reniega.

Na subida do Alto del Perdón, após a cidade de Pamplona, dizem que um peregrino viveu uma aventura incomum.

Naquela penosa subida do altiplano navarro o peregrino buscava chegar ao alto do lugar, mas estava morto de cansaço e de sede. Procurava uma fonte entre as pedras e moitas do lugar e percebeu que escutava o murmurar de uma corrente de água.

Enquanto buscava percebeu a presença de alguém que, pelo seu aspecto parecia também um peregrino, apesar de que o seu sorriso diabólico desmentisse aquela condição.

O verdadeiro peregrino se dirigiu a ele perguntando se sabia de alguma fonte nas cercanias. O falso peregrino assegurou a existência de uma água fresca e cristalina, mas o inconveniente era o preço a pagar.

O peregrino afirmativamente concordava em pagar o preço estipulado, mas não se tratava de dinheiro, e sim o destino e motivo da peregrinação.

Então o falso peregrino se revelou como o diabo em pessoa que em troca da água exigia o esquecimento de seguir em peregrinação a Santiago de Compostela, e se entregasse a ele de corpo e alma.

O peregrino firme em seus propósitos afirmou que preferia morrer de fome e sede a cair na tentação.

O diabo, então vendo que seus esforços seriam inúteis, pois o peregrino jamais renegaria sua fé, desaparece do seu caminho.

Conformado com sua sorte sentia que a morte chegava e perdeu a consciência. Então naquele estado angustiante sonhou com a chegada de um cavaleiro em um cavalo branco que desmontou, e tirando de sua algibeira uma concha, golpeou uma rocha de onde começou a sair uma água cristalina cujo som o despertou.

No entanto olhou ao redor e não viu ninguém, porém o sonho tinha se realizado e o milagroso benfeitor não poderia deixar de ser Santiago, que nada pede em troca de seus favores.

Desde então, a fonte seguiu jorrando para a alegria de todos os peregrinos que subiam ao Alto del Perdón.

E nos dias de hoje muitos asseguram que daquela fonte, batizada como Fonte Reniega, devem beber todos que por ali passam, pois tem a virtude de conservar os ânimos e tirar do peregrino de Santiago qualquer tentação de abandono do seu intento de chegar a Santiago de Compostela.


quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Caminho de Santiago - O Planejamento

Caminho de Santiago – O Planejamento.

Quando descobrimos o portal que nos apresenta o Caminho de Santiago ficamos empolgados com aquela boa nova. E aí começa aquela busca incessante de informações para algo que achamos ser impossível. É hora de colocar os pensamentos em ordem.

Para alguns o planejamento em se tratando do Caminho de Santiago não seria algo necessário, mas a vida nos ensina que sempre a organização nos trazem soluções mais rápidas e coerentes na hora das mudanças de planos ou imprevistos.

Inicialmente devemos ter condições de responder a três perguntas básicas.

Quando vou? Como vou? E por onde vou?

Imprevistos acontecem e temos de estar preparados para soluções, e não devemos perder a calma.

Muitos planos ficam inconsistentes por não levarem em consideração o seu condicionamento físico para uma caminhada tão longa com mais de 750 quilômetros.

A falha principal é querer andar mais do que se pode em um tempo curto dentro de suas possibilidades.

Se a sua disponibilidade são de 30 dias para caminhar 750 quilômetros a capacidade diária não deve ultrapassar os 25 quilômetros.

É claro que existem exceções, pois alguns peregrinos conseguem andar até 40 quilômetros por dia.

Não podemos planejar em cima do que fazem a minoria, e sim da maioria. Caso não tenha tempo suficiente diminua a sua rota fazendo uma caminhada menor.

Antigamente o mito inventado por alguma seita secreta era de percorrer a rota em 28 dias.

De onde seria o ponto de partida não se sabe, pois existem rotas extensas de mais de 2.000 quilômetros.

Um bom planejamento sempre ajuda na hora da decisão de como enfrentar os imprevistos.

Manoel Brasília.