Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Ligação Caminho Primitivo - Arca de Rua a Santiago de Compostela.

Em Arca de Rua o peregrino começa a despedir-se do Caminho Santiago.
Os bosques nativos de San Antón até Amenal, e depois a subida a Cimadevilla e caminho do aeroporto trazem a realidade que o caminho vai terminando.
A região de Lavacolla mostra o inicio da grande cidade com a longa subida a Villamayor e San Marcos passando pela TV galicia e TVE. Tal região não tem nada que anime o peregrino em sua chegada.
Na chegada ao Monte do Gozo centena de peregrinos visitam o monumento de San Francisco peregrino e seguem, ou para o albergue, ou direto para cidade que está ainda distante cinco quilômetros.
A chegada em Santiago termina na Plaza del Obradoiro onde para muitos o sonho acabou.
Pois bem, Já estou em Santiago!
Link final onde estão sendo postadas as fotos.
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa14ArcaDeRuaASantiagoCompostela#

sábado, 16 de outubro de 2010

Ligação Caminho Primitivo - Arzua a Arca de Rua

A partir de Arzua entra-se na fase final do caminho aonde predominam bosques de castanheiras e árvores nativas.
São pequenas as localidades de Calzada, Calle e Boavista na direção de Salceda.
Antigamente até Salceda não existia apoio de bares e hoje após cinco quilômetros de Arzua em cada quilômetro aparece um.
Após Salceda continuam áreas de bosques por Ras e Brea, e por estrada chega-se ao Alto de Santa Irene.
No alto surgem mais duas trilhas de bosques até Arca de Rua. Muitos seguem por estrada mais um quilômetro para os albergues e pensões de Pedrouzo.
Para amanhã restam então 19 quilômetros de poucas trilhas e muito asfalto para entrar em Santiago de Compostela.
link de fotos em:
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa13ArzuaAArcaDeRua#

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Melide a Arzua - Ligação do Caminho Primitivo ao Francês.

Puente de pedra entre Parabispo e Boente.
O Caminho Primitivo faz sua ligação com o Caminho Francês em Melide.
A partir de Melide um caminho por bosques de eucalipto eixados na estrada N-547 que leva a Santiago de Compostela.
É um caminho curto, agradável e sem dificuldades. Logo na saída de Melide o ponto tradicional da ponte de pedra entre Parabispo e Boente.
Após Parabispo a Iglésia de Santiago de Boente um marco tradicional do caminho, pois a igreja está sempre aberta.
Após Boente uma subida ligeira para Castañeda, e iniciamos outros caminhos de bosques pela região de Rio.
Após Rio uma descida a região do tradicional albergue de Ribadiso de Baixo, e por final a longa entrada urbana na cidade Arzua.
Com tempo muito bom a caminhada de hoje foi um autentico passeio no bosque.
Fotos no link abaixo:
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa12MelideAArzua#

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Final do Caminho Primitivo - San Roman de Retorta a Melide.

Em San Román de Retorta existem duas alternativas.
A antiga sinalizada pelos marcos de pedra com concha, ou uma variante de antiga calzada romana sinalizada com setas amarelas.
A antiga segue por estradas e poucas trilhas passando por Xende e Valina até Mosteiro, e aonde chega-se a Ponte Ferreira ou Puente Romano.
A variante segue por Regal, Burgo Negral, Pacio, Mosteiro e Ponte Ferreira.
A melhor alternativa, e por onde se vai para o albergue é a variante por antiga calzada romana.
A variante sai de frente da iglésia de San Roman, e junto do único bar do local.
Logo aparece uma pista rural que leva por uma área de bosques muito agradável na direção do novo albergue de San Roman de Retorta.
Após o albergue caminhos, trilhas e bosques de pinares em grande parte.
Além de mais agradável é mais curto. Em duas horas os caminhos se unem em Mosteiro para chegar a Ponte Ferreira.
Em Ponte Ferreira saída por trilha na direção de Leboreira e San Xurxo de Augas Santas.Também alguns trechos pela estrada LU-P-2901 até a região de Merlán, e por trilha subindo até As Seixas e Casacarriño, e finalmente a Hospital das Seixas.
Após Hospital das Seixas um caminho rural a Vilouriz e Villamor e inicia então o caminho por estrada a Melide.
Ao final são cinco quilômetros por estrada sem grande movimento, e logo se vê a torre da igreja de Melide.
Em Melide termina o Caminho Primitivo, pois a partir de agora a rota é do caminho francês. Faltam 54 quilômetros para chegar a Santiago!
Abaixo o link das fotos.
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa11SanRomanDeRetortaAMelide#

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - Lugo a San Roman de Retorta.

Iglésia de San Roman de Retorta.
A saída de Lugo é pela Puerta Miña ou Del Carmen.
Descendo ao lado da Iglésia de San Froilán uma trilha urbana conduz a saída do centro urbano na direção da puente romana sobre o rio Minho.
Após a ponte uma subida forte a urbanização de San Lázaro. Após o marco 100 de Santiago é seguir por quase 13 quilômetros a estrada de provincia LU-P-2901.
Nos guias relatam a etapa toda por estrada, mas agora possui alguns andaderos até a localidade de Seoane, e após San Vicente do Burgo algumas trilhas de bosques na direção de San Pedro de Abaixo.
Ao final volta-se a estrada LU-P-2901 passando por Bacurin e Taboeiro e finalmente chegando a San Roman de Retorta.
O tempo esteve bom e no caminho 12 peregrinos e mais um cão peregrino.
As fotos estão no link abaixo:
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa10LugoASanRomanDaRetorta#

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - O Cádavo Baleira a Lugo.

Muralla e Catedral de Lugo.
Amanhece como sempre nublado com aparencia de mau tempo, mas após às 09.00 horas melhora. Foram apenas chuviscos e logo tempo bom a 13 graus de temperatura.
A saída de Ó Cadavo é rápida por pista rural asfaltada ao Alto de A Valqueriza e Pradeda, e que se transforma em caminho amplo de terra batida por pinares seguindo na direção do Santuário Del Carmen, Villabade e entrando em Castroverde pela estrada LU-530.
Após Castroverde abandonamos a estrada pela direita, e novamente caminhos e bosques, e pistas asfaltadas a Souto de Torres, Vilar de Gas e Bascuas.
Em Bascuas surge um desvio provisional que leva o peregrino por dois quilômetros ao acostamento da estrada LU-530.
Inicia antes do Km8 e cruza a região de Carballido, e após o Km7 e ao final de Carballido pegar a estrada à direita para localidade de Manzoi.Pouco mais de 400 metros um caminho à esquerda coloca o peregrino de novo na trilha.
Um caminho rural conduz a Casas da Viña e ao final já se vê a cidade Lugo.
Após cruzar por duas vezes a auto pista A-6 inicia a entrada da cidade pela localidade de Castelo e a Chanca.
Após cruzar túnel da via férrea entra-se definitivamente em Lugo.
Subir a Rua Carril y Flores para alcançar as murallas romanas da antiga Lucus Augusti pela Puerta de San Pedro chamada também de Del Carmen ou Miña.
As fotos estão no link abaixo.
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa9OCadavoBaleiraALugo#

sábado, 9 de outubro de 2010

O cão peregrino em O Cádavo Baleira.


Caminho Primitivo - A Fonsagrada a O Cádavo Baleira.

Após a promessa de chuva e vento o dia foi relativamente bom.
A saída de A Fonsagrada foi pela estrada LU-530 que serve de eixo ao caminho de hoje.
Alterna-se por trilhas de pinares e eucaliptos, ou pela estrada na direção de Vilardongo e Montouto. O alto de Montouto é o primeiro aclive do dia. Após o alto mais trilhas a Paradavella. Após Paradavella por quase cinco quilômetros foi recomendado seguir pela estrada LU-530 devido as trilhas sem condições até o povoado de Lastra.
Após Lastra trilhas de eucaliptos e pequenos aclives de Alto de Fontaneira e Carballin.
Ao final uma rajada de vento e chuva débil na entrada de O Cádavo.
As fotos estão álbum do Caminho Primitivo.
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa8AFonsagradaACadavoBaleira#

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - Grandas de Salime a Fonsagrada.

Caminhando nas nuvens! Alto de El Acebo.
Uma cerração pela manhã, e com saída por estrada sempre subindo pelas regiões de La Farrapa, Castro e Gestolelo. Mais a frente subida constante a Peñafuente e saída da estrada para os montes na direção de Alto del Acebo.
No Alto saímos de Astúrias e entramos na Galicia. A sinalização por marco de pedra inverte a partir daqui.
A partir de El Acebo abandona-se a estrada e por caminho rural segue a Cabreira e Fonfria. Após Fonfria muitos andaderos e ao final a subida longa para entrar em A Fonsagrada.
Link fotos abaixo.
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa7GrandasDeSalimeA Fonsagrada#

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - La Mesa a Grandas de Salime.

O Embalse Grandas de Salime.
Em La Mesa acha-se que as subidas terminaram, mas não é bem assim. Logo inicia uma subida constante por estrada rural asfaltada de pouco mais de dois quilômetros na direção de Buspol. Após Buspol estamos nas alturas, e vemos as nuvens no plano das trilhas.
A beleza de ontem continua com variações no visual. Vamos começar a descer forte tudo que subimos ontem, e chegar ao nível do Embalse Grandas de Salime.
É necessário calma na descida, e até porque temos que aproveitar as vistas na grande baixada. O problema é que após cruzar a ponte do embalse teremos que subir de novo grande parte de que descemos. A agravante é que será por estrada sem acostamento na direção de Grandas de Salime.
As paisagens do Embalse Salime subindo a Grandas amenizam os sete quilômetros finais. Atualmente estão caminhando em torno de vinte peregrinos. O tempo foi nublado e intervalos de chuva.
As fotos estão no link.
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa6LaMesaAGrandasDeSalime#

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - Pola Allande a La Mesa.

Uma etapa que sempre terá um frisson especial!
É a etapa mais dura do Caminho Primitivo, e bem mais dura que o pirineus franceses.
Seriam reunidos mais o Alto del Perdón e Cebreiro.
O dia bem nublado até ajuda para vencer os obstáculos iniciais de subida forte a Peñaseita e Alto del Palo. São 8 quilômetros ao lado do rio Nisón e região de La Reigada. Subida forte e constante ao Alto del Palo e depois uma descida muito forte também na região de Montefurado até ao povoado de Lago que não chega nunca, pois as subidas e descidas continuam pela montanha sem a mínima referência de chegada.
O vento e a chuva decidem atormentar ao final.
Apesar da dificuldade hoje um grande número de peregrinos. Um total de vinte para disputar as vagas de Berducedo e La Mesa que são poucas.
É claro que tenho dois planos para solucionar o problema.
As fotos já estão no link abaixo!
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa5PolaDeAllandeALaMesa#

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - Tineo a Pola de Allande.

Tineo uma cidade formada em partes altas e baixas e com mau tempo fica estranha. Choveu e ventou muito pela madrugada, mas ligeira melhora pela manhã. Os caminhos e trilhas com muita lama na longa subida ao Alto de Piedratecha. Ainda bem que a chuva passou, e quando chega a parte de estrada na direção de Campiello surgiu até um tímido sol. A partir de El Fresno entramos nas áreas rurais e de bosques, mas as obras continuam atormentando ao longo de Borres, La Mortera, Porciles até as portas de Pola de Allande.
Portanto quem pretenda trilhar o Caminho Primitivo tenha calma e paciência, pois além das intermináveis subidas e descidas muitas obras e desvios a serem contornados.

Caminho Primitivo - Salas a Tineo.

Um domingo de muita chuva como estava previsto! Ao lado esquerdo do rio Nonaya começa uma linda trilha de bosques e matas que vai subindo na direção da estrada N-634.
Quando chega-se perto da estrada a visão de que teremos cortes do caminho pela grande obra. Após as obras continuamos por trilhas e caminhos sinuosos subindo e descendo com frequência na direção de Bodenaya. Mais cortes por obras antes de entrar em La Espina. As obras apresentam uma placa de proibido el paso, mas se a sinalização para caminho de Santiago estiver presente prossiga com atenção aos desvios. A chuva atrapalha bastante e dentro da mata fica impossível uma parada de descanso. Uma parada em La Espina é providencial. Um bar aberto para descanso e lanche. Logo em La Pereda voltamos para mata na direção de El Pedregal e Santa Eulália. Ao final a chuva deu uma trégua, mas as obras infernizaram mais um pouco até chegar em Tineo.

sábado, 2 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - Etapa 2 - Grado a Salas.

A saída de Grado antigamente era pela estrada N-634, mas a sinalização atual indica um caminho cimentado mais à esquerda na direção Acevedo. É claro que logo começam as subidas na direção de San Juan de Villapanada. No Alto de San Juan quem não vai ao albergue segue à esquerda na direção de San Marcelo. O caminho por bosques e trilhas e de subidas fortes iniciam na direção da Ermita Virgem del Fresno. Falam muito dos Pirineus e de Saint Jean Pied de Port, mas por aqui se sobe mais! Porém os bosques e as matas suavizam em alguns trechos. Até Santa Eulália Doriga tudo bem. Após Doriga aparecem os desvios provisionais de uma grande estrada ou ferrovia. Mas estão bem sinalizados e logo chega-se nas portas de Cornellana. Um caminho leva à esquerda ao Monastério del Salvador. Novo desvio provisional pela gigantesca obra. O caminho atual a seguir é por traz do Monastério em estrada secundária subindo a localidade de Sobrerriba. É claro que é uma subida forte na direção de bosques e matas a localidade de Llamas .
As trilhas e bosques continuam subindo e descendo a Quintana e Casazorrina. É uma etapa de alguma dificuldade mas muito rica em bosques e trilhas do gosto peregrino.
Ao final mais um desvio provisional para entrar em Salas mas bem sinalizado. No dia de hoje apareceram mais 4 peregrinos!
Link de fotos da etapa em:
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa2GradoASalas#

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Caminho Primitivo - Oviedo a Grado.

A saída de Oviedo é longa. Tomando por referência a Plaza de Alfonso II El Casto aonde encontra-se a Catedral San Salvador é seguir pelas Calles Schultz, SanJuan, La Luna e na Plaza El Carbayón mudar direção para Calle Covadonga. Seguir de Calle Covadonga, Melquíades Alvarez e Independência. Na independência dobrar à direita em Tenente Coronel Teijeiro seguindo a Calle Argañosa, e cruzar a ponte verde sôbre a ferrovia. E aí surge aquela placa de caminho fechado, e o taldesvio provisional que leva aumentar o drama da saída de Oviedo no bairro chique de La Florida 2 e 1. A sinalização precária exige cuidado para afinal chegar na saída para San Lázaro de Paniceres.
São quase quatro quilômetros passeando por Oviedo, e sem contar o abre e fecha de uma infinidade de semáforos.
Depois de todo complicado reconhecimento na véspera tinha tomado uma decisão.
Um táxi para Calle Navia em La Florida 1. Foram 5 euros bem gastos, e em 10 minutos o problema resolvido!
O dia amanheceu nublado, mas a temperatura foi rapidamente aos 18 graus. Ao final da Calle Navia uma estrada secundária leva a San Lázaro de Paniceres. Os pequenos núcleos de Llampaxua e Bolquina vão subindo a Puente Gallegos. Por dois quilômetros por acostamento subindo a Venta Escamplero. Uma trilha de mata tira da estrada, e caminha-se por bosques. O ruim é a subida forte até Venta deEscamplero. Vencido Escamplero estrada rural e trilhas asturianas de mata até voltar a estrada de Premoño. O rio Nalón passa a ser companheiro de viagem na direção de Peñaflor, ora por estrada outras por caminhos e trilhas. Em Peñaflor 200 metros por estrada N-634 que exige cuidados com o tráfego. Logo um marco de pedra asturiano tira o peregrino da estrada pela direita, e por sinuoso caminho rural leva a estação da Renfe de Grado. O caminho prossegue pela N-634 que corta o povoado de Grado de início ao fim.
As fotos já estão sendo colocadas no álbum Caminho Primitivo.
http://picasaweb.google.com.br/caminhoprimitivo/Etapa1OviedoAGrado#