Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Caminho Francês a Santiago de Compostela - Etapa 4


Puente medieval Azella - Pamplona.

Etapa 4: Pamplona a Puente de La Reina
Distância aproximada; 24,6 quilômetros.

A saída de Pamplona é na continuação da Calle Mayor e Bosquecillos, e depois de passar ao lado do Parque de La Taconera já vemos de frente La Ciudadela por onde a sinalização conduz o peregrino dar a volta em torno da Ciudadela pelo seu lado direito.
Seguir depois pela Calle Fuente Del Hierro na direção da Universidade de Navarra.
Após a passagem pelos jardins da universidade saímos definitivamente de Pamplona cruzando a puente medieval de Azella sobre o rio Sadar.
Após cruzar a ponte do rio Sadar um novo andadero conduz o peregrino a Cizur Menor.
Logo na entrada do povoado o antigo hospital de peregrinos da Ordem de San Juan.
O andadero corta o encantador povoado rapidamente na direção de uma nova área urbanizada que tomou parte do caminho.
O impacto da mudança não foi muito grande, pois a paisagem da subida do Alto Del Perdón eleva o pensamento peregrino.
Logo o peregrino está motivado com a subida na direção de Zariquiegui.
Os caminhos são amplos e bem cuidados, e dependendo da época a beleza marcante dos campos de girassóis deixará muitas lembranças.
É uma etapa das mais belas do Caminho de Santiago.
A partir de Zariquiegui começa em verdade a subida do Alto Del Perdón.
Algumas subidas com caminhos e trilhas empedradas que não tira aquela energia dos dias iniciais do peregrino.
E cada vez mais próximos ficam os aerólios de energia instalados no cume.
Quando se passa pela Fuente Reniega é sinal que estamos próximos, e normalmente percebemos aquele vento no rosto na chegada de Alto Del Perdón.
Após a subida temos agora uma descida famosa ao longo dos tempos.
As trilhas pedregosas de Uterga que maltratam um pouco os pés.
É uma questão de paciência!
O terreno irregular prossegue além das ruínas da antiga Ermita de Aquiturrain.
Após Uterga o caminho apresenta um bom piso até Muruzabal.
Em Muruzabal uma opção de seguir a Ermita de Eunate na chegada do caminho Aragonês.
Os caminhos a partir de Muruzabal na direção de Obaños não apresentam dificuldades, mas as pernas dos peregrinos muitas vezes estarão ressentidas.
Após o Arco Medieval de Obaños inicia a entrada em Puente de La Reina.
Trata-se de um dos povoados emblemáticos do Caminho de Santiago.
Nada melhor do que recordar a etapa vendo foto a foto tanta beleza.
http://picasaweb.google.com.br/caminhosantiago.brasilia/Etapa4PamplonaAPuenteDeLaReina#

Manoel Brasília.

Um comentário:

  1. Lindas fotos. É muito bom "rever" esse trecho do caminho e voltar no tempo...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.