Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Perguntas mais frequentes do Caminho de Santiago (VI )

14)Qual o risco de ser atacado por cães.
Remoto. Geralmente os cães ficam presos, e os que estão soltos se afastam na ameaça de um cajado.

15)Se existem bares ao longo do caminho para lanches.
Ao longo do caminho muitos povoados possuem bares e até mercados, porém não se pode depender muito deles. O motivo é que na Espanha se acorda tarde, e nos pequenos povoados não existe uma hora definida de abertura.
Em princípio aberto após às 10.00 horas.

16)Se existem mercados nos povoados para compras?
Na grande maioria das paradas peregrinas existem mercados em condições de abastecer o peregrino principalmente para o lanche do dia seguinte. Ficar atento aos horários de funcionamento.

17)Quais são os artigos mais procurados pelos peregrinos nos mercados?
Material de higiene e artigos para o lanche, tais como, jamon York (presunto cru), jamon (presunto tradicional), queijo fatiado, queijo cremoso, pan molde (pão de forma), croissants, madalenas (bolos), pacotinhos de café e chocolate, tubo de leite condensado, água mineral, frutos secos e naturais e iogurtes naturais.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Perguntas mais frequentes do Caminho de Santiago ( V )

10)Só existem trilhas, campos de cultivos e bosques?
Não. Existem os mais variados tipos de terreno.
Os caminhos de terra, as estradas asfaltadas, os pequenos caminhos asfaltados, trilhas de terra, trilhas pedregosas e caminhos especiais para peregrinos ao lado de rodovias conhecidos como "andaderos"

11)Se existe risco de roubo ou furto?
Como em todo lugar no mundo se deve ter cautela e cuidados com seus pertences.
Principalmente nos albergues organizar uma rotina para que jamais se afaste de seus documentos e dinheiro.
Ao dormir coloque sua mochila ao seu lado se possível amarrada na cama.

12)Alguém desistiu da caminhada?
Sim. Existem casos de desistência por desilusão ou motivo de saúde.

13)Algum peregrino morreu?
Sim. Quase todos os anos acontecem mortes de peregrinos por motivo de doença ou acidentes.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Perguntas mais frequentes do Caminho de Santiago ( IV )

8)Como são os albergues do caminho de Santiago?
Os albergues disponíveis são regidos por normas que delimitam os direitos e os deveres dos peregrinos usuários.
Atualmente existem as redes de albergues públicos e privados.
Existem horários a serem cumpridos.
Suas instalações variam de precárias a excelentes.
A permanência nos albergues públicos é de um só pernoite.
Os albergues privados possuem normas próprias.
Os albergues públicos cobram uma taxa de manutenção de 3 euros, e os privados possuem tabelas que variam de 5 a 12 euros.
Os mais caros possuem um conforto comparável a um hostal.

9)Posso fazer reserva de acomodação em albergues do caminho de Santiago?
Em albergue público não pode, mas em casos excepcionais de doença onde o bom senso deve prevalecer cabe ao hospitaleiro avaliar cada caso.
No caso de albergue privado existe a possibilidade de se efetuar reservas.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Perguntas mais frequentes do Caminho de Santiago (III)

5)Qual a melhor época para fazer a peregrinação?

A melhor época para realizar uma boa peregrinação é o período da 2ª quinzena de maio até a 1ª quinzena do mês de outubro.
Quem gosta mais de frio os meses de abril, maio, setembro, outubro e novembro. Quem gosta de forte calor os meses de junho, julho e agosto.
Quem pretende fugir do grande movimento ou caminho mais solitário os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março.
Convém alertar que a caminhada para o período de inverno requer cuidados e gosto pelas temperaturas próximas a zero graus.

6)Qual a época do ano que se encontra maior número de peregrinos?

Nos meses de maio e junho.
Em ano santo os meses de junho e julho apesar do calor.

7)O que é Ano Santo ou Jacobeo?

São aqueles em que o dia de Santiago (25 de julho) cai em um domingo. Os próximos anos santos Jacobeos serão comemorados agora em 2010, 2021, 2027, 2032, 2038, 2049, e continuam com intervalos de 6/5/6/11 anos.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Perguntas mais frequentes do Caminho de Santiago (II)

3)O que é a Compostela?
"La Compostela" é o nome do certificado oficial que concede a Catedral de Santiago as pessoas que realizam a peregrinação por motivos religiosos.
São requisitos necessários além de uma motivação religiosa percorrer a pé os últimos 100 km, ou a cavalo e bicicleta os últimos 200 km.
O documento que atesta o caminho percorrido é a credencial do peregrino. Ao longo do caminho os peregrinos apõem em sua credencial os “sellos” firmados pelas paróquias, albergues, refúgios, pousadas, bares e pessoas representativas dos locais de passagem.
É utilizada de forma errônea a palavra “Compostelana” que se refere à mulher natural da cidade de Santiago de Compostela.

4)O que é a Credencial do Peregrino?
É um documento da Arquidiocésis de Santiago de Compostela no qual o peregrino carimba um tipo de selo pelos locais por onde passa durante o caminho.
Tal documento tem por finalidade permitir ao peregrino o acesso aos albergues, e também ao final de sua peregrinação ser o documento comprobatório de sua peregrinação para fazer jus a "Compostela"
A credencial do peregrino no Brasil é possível de ser emitida por associações e grupos por todo o Brasil.
Em Brasília ela é emitida gratuitamente pelo Grupo Peregrinos da Paz - Caminho de Santiago
Maiores informações através e-mail para
( manoelbrasilia@terra.com.br )

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Perguntas mais frequentes do Caminho de Santiago ( I )

1)Posso me perder durante a caminhada?
É muito raro de acontecer.
O caminho é bem sinalizado por diversos tipos de sinais.
- Setas amarelas pintadas em árvores, pedras, barrancos, muros, casas e prédios.
- Marcos de pedra com a concha do peregrino em cruzamentos e lugares importantes.
- Pedras pintadas de amarelo no piso das trilhas e estradas.
- Pedras amontoadas uma sobre as outras ao longo do caminho.
- Fitas amarelas amarradas em galhos de árvore.

2)De qual lugar começo a minha caminhada?
Do lugar que achar mais conveniente, e depende de vários fatores.
O tempo disponível, do condicionamento físico e da idade.
A média normal é de 20 a 25 km por dia, e de 30 a 35 dias de caminhada.
Para a grande maioria o caminho inicia no pequeno povoado espanhol de Orreaga-Roncesvalles.
Outra alternativa é a partir de Saint Jean Pied de Port uma pequena cidade francesa, e cruzar os Pirineus chegando em Roncesvalles.
Para aqueles que dispõem de menos tempo outras opções partindo de Pamplona, Logroño, Burgos, León, Astorga e Sárria.
Manoel Brasília
Grupo Peregrinos da Paz - Caminho Santiago
Brasília -DF

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Previsão das despesas no Caminho de Santiago

Cálculo aproximado para 40 dias na Espanha.
Passagens aéreas:
Ida: Rio ou SP/Madrid/Pamplona
Volta : Santiago Compostela /Madrid/Rio ou SP.
Média de 1.100 dólares/900 euros
Despesas táxi: Pamplona/Roncesvalles/Saint Jean Pied Port. Média de 90 euros
Santiago/Aeroporto Labacolla. Média de 16 euros
Despesas de correio: Pamplona/Santiago Compostela. Média de 9 euros
Despesas de hospedagem: Em hotéis e pousadas. Média de 1.400 euros.
Em albergues. Média de 250 euros.
Despesas com alimentação: Café, almoço, jantar e lanche. Média de 1.000 euros.
Despesas de souvenires: Média de 50 euros.
Cálculo total das despesas: (40 dias)
Com hospedagem em hotel: Média de 3.465 euros (inclusas passagens aéreas)
Utilizando rede de albergues: Média de 2.315 euros (inclusas passagens aéreas)
Observação:
Estão incluídas algumas despesas complementares que muitos não realizam, tais como, as despesas de correios e de táxi.
Os cálculos das despesas são aproximadas, e servem de parâmetros para outras rotas.

Manoel Brasília.
Grupo Peregrinos da Paz - Caminho Santiago
Brasília - DF

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Caminho Francês a Santiago de Compostela - Etapa 4


Puente medieval Azella - Pamplona.

Etapa 4: Pamplona a Puente de La Reina
Distância aproximada; 24,6 quilômetros.

A saída de Pamplona é na continuação da Calle Mayor e Bosquecillos, e depois de passar ao lado do Parque de La Taconera já vemos de frente La Ciudadela por onde a sinalização conduz o peregrino dar a volta em torno da Ciudadela pelo seu lado direito.
Seguir depois pela Calle Fuente Del Hierro na direção da Universidade de Navarra.
Após a passagem pelos jardins da universidade saímos definitivamente de Pamplona cruzando a puente medieval de Azella sobre o rio Sadar.
Após cruzar a ponte do rio Sadar um novo andadero conduz o peregrino a Cizur Menor.
Logo na entrada do povoado o antigo hospital de peregrinos da Ordem de San Juan.
O andadero corta o encantador povoado rapidamente na direção de uma nova área urbanizada que tomou parte do caminho.
O impacto da mudança não foi muito grande, pois a paisagem da subida do Alto Del Perdón eleva o pensamento peregrino.
Logo o peregrino está motivado com a subida na direção de Zariquiegui.
Os caminhos são amplos e bem cuidados, e dependendo da época a beleza marcante dos campos de girassóis deixará muitas lembranças.
É uma etapa das mais belas do Caminho de Santiago.
A partir de Zariquiegui começa em verdade a subida do Alto Del Perdón.
Algumas subidas com caminhos e trilhas empedradas que não tira aquela energia dos dias iniciais do peregrino.
E cada vez mais próximos ficam os aerólios de energia instalados no cume.
Quando se passa pela Fuente Reniega é sinal que estamos próximos, e normalmente percebemos aquele vento no rosto na chegada de Alto Del Perdón.
Após a subida temos agora uma descida famosa ao longo dos tempos.
As trilhas pedregosas de Uterga que maltratam um pouco os pés.
É uma questão de paciência!
O terreno irregular prossegue além das ruínas da antiga Ermita de Aquiturrain.
Após Uterga o caminho apresenta um bom piso até Muruzabal.
Em Muruzabal uma opção de seguir a Ermita de Eunate na chegada do caminho Aragonês.
Os caminhos a partir de Muruzabal na direção de Obaños não apresentam dificuldades, mas as pernas dos peregrinos muitas vezes estarão ressentidas.
Após o Arco Medieval de Obaños inicia a entrada em Puente de La Reina.
Trata-se de um dos povoados emblemáticos do Caminho de Santiago.
Nada melhor do que recordar a etapa vendo foto a foto tanta beleza.
http://picasaweb.google.com.br/caminhosantiago.brasilia/Etapa4PamplonaAPuenteDeLaReina#

Manoel Brasília.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Caminho Português na Galícia - Tui a Santiago de Compostela.

Um dos ramais mais importantes do Caminho Português ao entrar na Espanha é o de Valença do Minho na fronteira com Tui. As duas cidades dividem a fronteira cortadas pelo rio Minho.
Atualmente um caminho muito procurado devido a grande quantidade de peregrinos no Caminho Francês agora no Ano Santo de 2010.
Mesmo assim convém ficar atento, pois nas proximidades de Santiago de Compostela o afluxo de peregrinos será grande.
De Tui a Redondela temos aproximadamente 31 quilômetros, e que pode ser dividida em duas etapas com parada em O Porriño.
De Redondela a Pontevedra uma caminhada mais curta em torno de 19 quilômetros.
De Pontevedra a Caldas de Reis uma caminhada média em torno de 24 quilômetros.
De Caldas de Reis a Padrón uma caminhada curta em torno de 18 quilômetros.
De Padrón a Santiago de Compostela passando por Iria Flavia e Santuário de Esclavitude uma caminhada média de 24 quilômetros.
Veja o caminho Tui a Santiago de Compostela foto a foto em:
Manoel Brasília

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Caminho de Finisterra - Etapa 1

Local de início do Caminho de Finisterra - Carballeira de San Lorenzo.

Etapa 1: Santiago de Compostela a Negreira.
Distância aproximada: 21,3 quilômetros.

O caminho de Finisterra começa na chegada do peregrino a Plaza Del Obradoiro.
Após subir as escadas do arco de pedra que dá acesso a Plaza Del Obradoiro é seguir em frente ao lado do Hotel de Los Reyes Católicos e descer as escadarias em direção a Rúa das Hortas.
O caminho prossegue sinalizado com setas amarelas pela Rúa Poza de Bar chegando logo a Carballeira de San Lorenzo onde se encontra o primeiro marco de pedra com a sinalização do Caminho de Finisterra-Muxia.
Cruzando a Carballeira de San Lorenzo logo aparece uma pista asfaltada, a Rua do Cano que desce até a Puente Sarela onde aparece a primeira trilha.
Uma trilha agradável na direção de Sarela de Baixo que chega à estrada de Vidan onde se avista ao longe a Catedral de Santiago.
Por caminhos rurais, pistas asfaltadas e trilhas o caminho passa por Carballal e Quintáns sem dificuldades.
Após Quintáns algumas subidas na direção do Alto do Vento, e depois de passar nas regiões de Ventosa, Lombao e Augapesada a outra subida ao Alto do Mar de Ovellas.
Os aclives são médios e sem muita dificuldade.
As trilhas em bom estado, e na época da chuva alguns trechos alagados e com lama.
Após os dois altos com ambiente de trilhas, caminhos e asfalto passando por Trasmonte e Burgueiros se chega a Ponte Maceira.
Após Ponte Maceira um caminho agradável as margens do rio Tambre conduz a Barca e Chancela.
Um caminho asfaltado paralelo a estrada principal conduz o peregrino ao centro de Negreira de frente ao monumento ao peregrino.
O albergue de peregrino fica a 1 quilômetro na saída do caminho na direção de Zás, e está bem sinalizado.
Fotos da etapa em:

http://picasaweb.google.com.br/caminhosantiagofrances/Etapa31SantiagoDeCompostelaANegreira#