Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Caminho Francês a Santiago de Compostela - Etapa 1

Etapa 1 do Caminho Francês
Saint-Jean-Pied-de-Port a Roncesvalles
Distância aproximada da etapa: 25,7 quilômetros.

O caminho inicia na porta de Santiago no alto da Rue de La Citadelle.
Descendo a mesma e cruzando a ponte sobre o rio Nive chegamos a La Porte d’Espagne.
Logo a frente uma placa sinaliza a estrada secundária D-428 por onde o peregrino caminhará por muito tempo.
Quase que 2/3 da etapa é realizada por asfalto.
Através estradinha rural estreita o caminho inicia os aclives acentuados e poucos declives na direção da região de Huntto, e onde está localizada a Casa Rural Itburburia.
Até a Casa Rural temos 5,2 quilômetros de asfalto.
Após a mesma abandonamos a estrada que dá uma longa volta pelos montes, e pegamos um atalho por uma trilha de aclive forte de quase quilômetro e meio.
É a subida mais forte da etapa e que leva ao local da “Mesa de Orientación”, e o retorno a estradinha D-428.
Voltamos a caminhar por aclives constantes, por mais um quilômetro até chegar ao albergue de Orisson.
Depois de Orisson é continuar pela estrada na direção do Santuário da Virgen de Biakorri. Continuam os aclives, mas aparecem ao longo do trajeto alguns declives que permitem um ligeiro descanso.
Ao final de quase quatro quilômetros chegamos ao Santuário da Virgen de Biakorri, e a grande maioria vai até o local para fotos da bela região.
O cuidado é retornar pela mesma trilha que usou para chegar perto do Santuário para não perder a direção correta de estrada a seguir depois.
Após o Santuário muita atenção que faltam pouco menos de quatro quilômetros para abandonar a estrada D-428.
A topografia da região continua inalterada com aclives e alguns declives até o local do “Crucero Peregrino”.
No Crucero de pedra abandonamos definitivamente a estrada D-428. Uma trilha através campo leva o peregrino na direção de dois pequenos montes. A trilha passa no meio dos mesmos, e leva logo mais a frente, por um caminho de terra sinalizado a Fuente de Roland no Collado Bentartea.
Chegamos à fronteira seca da França com a Comunidade de Navarra na Espanha.
Um marco indica a divisão e logo penetramos na área de bosques na direção do Collado Lepoeder. Após quase cinco quilômetros chega-se ao Collado Lepoeder onde teremos duas opções para chegar a Roncesvalles.
A primeira opção é a descida forte de quase um quilômetro por um bosque que se estende depois até Roncesvalles. É sinalizado por setas amarelas e traços vermelhos e brancos nas árvores, e que requer toda atenção no caso de cerração ou mau tempo.
A segunda opção é a descida mais suave na direção de Puerto de Ibañeta por sinuosa estrada asfaltada. Após Ibañeta um pequeno bosque conduz o peregrino a Roncesvalles.
A segunda opção é mais utilizada em caso de mau tempo, pois a descida forte da primeira opção fica escorregadia e a sinalização pouco visível.
A descida por Ibañeta aumenta o percurso em quase um quilômetro.
Roncesvalles é apenas um conjunto de edificações da Colegiata Santa Maria Roncesvalles, Iglésia de Santiago, Silo Carlo Magno, museu, albergue de peregrino e mais quatro hospedagens.As fotos para maior entendimento da etapa estão no álbum abaixo:

http://picasaweb.google.com.br/caminhosantiago.brasilia/Etapa1SaintJeanPiedDePortARoncesvalles#

Em caso de dúvidas passe e-mail para:
manoelbrasilia@terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.