Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Puente de Órbigo a Astorga.

Muitas regiões da Espanha amanheceram sobre forte cerração (nieblas).
Na saída de Puente de Órbigo temos duas opções:
Seguir pelos andaderos paralelos a estrada N-120 direto até Astorga, ou seguir por trilhas e caminhos rurais na direção de Villares de Órbigo e Santibañez de Valdeiglesias.
Resolvi seguir a segunda opção.
Por um caminho rural de terra logo se chega a Villares de Órbigo. Após o pequeno povoado inicia uma trilha a Santibañez de Valdeiglesias que requer atenção, pois alguns cruzamentos estão mal sinalizados ou sem sinalização.
Outra dificuldade foi o aparecimento de trilhas com muitas pedras tornando a caminhada mais difícil. Após Santibañez de Valdeiglesias melhorou a sinalização, mas o terreno empedrado veio para ficar até as proximidades do Crucero de San toribio.
Uma trilha cansativa com subidas na região do monte Teleno, e que faz pensar na primeira opção do andadero.
Se tivesse escolhido o que chamam de alternativo teria sido melhor, e menor a distância.
Primeiro trecho do caminho francês que se pode dizer que piorou muito.
Quem colocou aquelas pedras não gosta de peregrinos! Até 2002 era um caminho de terra firme.
Após o Crucero San Toribio uma descida tranquila por uma pista até San Justo de La Vega.
A chegada a Astorga é longa com a novidade de uma ponte de ferro verde para evitar cruzamento da via férrea.
Manoel Brasília - Direto de Astorga.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.