Emissão da Credencial Oficial do Peregrino de Santiago.

O "Grupo Peregrino da Paz - Caminho Santiago Brasília" está autorizado pelo centro de acolhida do peregrino da catedral de Santiago de Compostela a emitir a "credencial do peregrino". Ela é emitida aqui mesmo em Brasília gratuitamente.

As pessoas interessadas em informações atualizadas do Caminho Santiago, tais como planilhas, listas de albergues e hospedagens, perguntas mais frequentes, e informações básicas entre em contato através e-mail: manoelbrasilia@gmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
O primeiro contato com o “Caminho de Santiago” foi em 1994. Após quase dois anos em busca de informações mais consistentes realizei o meu primeiro caminho em junho de 1996. Após os primeiros passos continuo até hoje. Ao longo dos anos foram percorridos diversos caminhos que levam a Santiago de Compostela. Além do tradicional Caminho Francês percorrido por diversas vezes também realizei outros trajetos. Em destaque o " Caminho Aragonês" , “Caminho País Vasco Interior e da Costa”, “Caminho Cantábrico”, “ Caminho Asturiano Interior e da Costa”, “Caminho Primitivo”, “Caminho Inglês”, “Caminho Português”, “Caminho de Madrid”, “Caminho del Ebro” e “Caminho de Antonino. Tive também a oportunidade trilhar a “Ruta del Cares”, a “Islas Cies”, “Vale de Azkoa-Selva Irati”, e outras ramificações de caminhos da Galícia, Navarra e Astúrias.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Após chover a noite toda amanheceu um tempo frio de 2 graus, e persistia ainda aquela chuva fina.
Enquanto resolvia problemas de reenvio nos correios o tempo foi melhorando, e logo já estava com o pé na estrada na direção da Ponte da Aspera na saída de Sárria.
Sem problemas nas trilhas até Barbadelo, mas a partir daí até Bréa algumas trilhas viraram riachos, outras alagadiços e muita lama.
Entre Bréa e Ferreiros a trilha das pedras grandes virou uma pequena cachoeira. Foi água nas canelas em algumas partes.
Na direção de As Rosas e Vilachá mais alagadiços e trilhas difíceis para os pés.
Ao final o célebre declive que força muito a joelhos cansados e a chegada a Portomarin cruzando a ponte do rio Minho sobre o Embalse Belezar.
Fotos do Blog: Ponte da Aspera em Sárria, e Ponte Embalse Belezar em Portomarin.
Manoel Brasília.
Direto de Portomarin.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.